Como economizar no supermercado e fugir das armadilhas

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

A nova série “Calculando Saúde” de posts do Pequeno Gourmet vai ajudar você a gastar menos e tentar garantir a mesma qualidade do papá que serve em casa. No primeiro episódio o desafio é: como fazer supermercado sem gastar mais do que a gente quer. Entrevistamos a jornalista e fundadora do site “Finanças Femininas”, Carolina Ruhman Sandler, para descobrir se essa mágica é possível!

Listinha na mão!

Anotar tudo o que precisa antes de sair de casa. Essa é a melhor maneira de você não voltar do supermercado com a sensação de que comprou mais do que precisava. Definir o cardápio da semana antes de escrever essa lista também ajuda a ver quais são os ingredientes que não podem faltar no carrinho.

Defina o orçamento e economize!

Para poupar, não saia de casa sem saber o quanto você pode gastar. Faça a média entre os valores das suas últimas três compras mensais e tente economizar mais a cada vez. Pode ser que alguns preços tenham subido ou que você precise comprar mais coisas. A sua missão será gastar, pelo menos, um valor próximo ao que você estipulou. Ah, e se notar que algum produto aumentou demais, tente achar um substituto, como, por exemplo, a lentilha no lugar do feijão.

O melhor lugar para comprar

A gente sabe que o tempo da mamãe ou do papai pode ser curto para pesquisar em vários supermercados até achar o melhor preço. Mas vale a pena dar uma olhada na internet antes de sair de casa. Pode ser que um item em especial esteja mais barato em um mercado diferente. Mas atenção: se a economia for pequena, pense duas vezes se vale o sacrifício. Você tem que contabilizar a gasolina e o tempo que vai gastar para ficar atrás de produtos mais em conta.

Compras mensais ou semanais?

Depende do que você vai escolher. Para os perecíveis (carnes, verduras, legumes, frutas), a compra mensal não traz tanta economia, o melhor mesmo é ter tudo fresquinho toda semana, aproveitando a boa safra. Mas, para produtos de limpeza, por exemplo, encher o carrinho uma vez por mês, principalmente nos atacarejos, pode ajudar a diminuir o valor da conta final.

Leve o seu filhote!

A gente já mostrou aqui no Pequeno Gourmet que lugar de criança é, sim, junto com os papais fazendo compras. No supermercado, proponha um desafio para o seu filho ou sua filha: encontrar os produtos da lista! E lembre-se de que nesse jogo não vale pegar nada que não esteja anotado e que não seja saudável!

Fuja das armadilhas

“Não vá ao supermercado com fome!”. Quantas vezes você já ouviu esse conselho? E, por mais repetitivo que ele seja, é a mais pura verdade. Quando você resolve ir às compras antes de comer, a possibilidade de comprar mais do que deveria é bem maior. Outra dica é prestar atenção nas promoções que vendem 3 produtos pelo preço de 2. Cuidado para não se empolgar com esse tipo de oferta, afinal, pode ser que você nem use os itens até o final do prazo de validade e gaste mais à toa.

Veja mais:

Supermercado dá frutas para as crianças e incentiva a alimentação saudável

Supermercado 100% orgânico em São Paulo

Comprar orgânicos na feira é um ótimo programa

*O Pequeno Gourmet recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no Portal

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER