Leite de vaca integral

Porção de 100g

  • Valor energético 120kcal
  • Carboidratos 9,6g
  • Proteínas 6g
  • Gorduras totais 6,4g
  • Gorduras saturadas 4,2g
  • Gordura trans 0g
  • Fibra Alimentar 0g
  • Sódio 130mg

Veja só que delícia de receita com Leite de vaca integral

Os Nutrientes

Além de ser uma das melhores fontes de cálcio (1 copo de leite equivale a 4 xícaras de brócolis), o leite de vaca também é rico em vitamina A, B6, B12, potássio, zinco, magnésio, fósforo e proteínas.

Importância para as crianças

O cálcio do leite de vaca é superimportante para os ossos e os dentes da meninada. Já as vitaminas ajudam a fortalecer o sistema imunológico e a desenvolver ainda mais o funcionamento neuromotor!

Hora da compra

Só o pediatra ou nutricionista pode dizer qual o tipo de leite mais indicado para o seu filho e em qual fase. Mas vale conhecer a diferença entre os nomes que vemos nas prateleiras dos supermercados:

Integral: o mais completo em nutrientes, é indicado para crianças e adolescentes por ter uma gordura importante para o bom funcionamento do corpo na fase de crescimento. Mas deve ser consumido com equilíbrio.

Semidesnatado: mantém as mesmas quantidades de vitaminas e minerais do integral, mas tem um teor reduzido de gorduras, em média 50% a menos, preservando a textura e o sabor.

Desnatado: tem menor quantidade de gordura e vitamina A e D do que o semidesnatado, mas os outros nutrientes não se alteram.

Em pó: é resultado do leite integral ou desnatado, pré-aquecido e concentrado por evaporação. Geralmente essa secagem acontece para aumentar o prazo de validade. Nesse processo não há perda de minerais nem vitaminas.

Pasteurizado: é o processo industrial em que o leite é aquecido à temperatura de 72°C por 15 segundos e, em seguida, resfriado. Isso permite que o prazo de validade seja maior, de até 5 dias. Durante a pasteurização, os microorganismos que causam doenças são destruídos, mas os lactobacilos (que fazem bem à flora intestinal), as proteínas, os açúcares, os aminoácidos e as vitaminas são preservados.

UTH: o leite é aquecido a uma temperatura maior que o pasteurizado: a 150°C durante 2 a 4 segundos. Depois disso, as bactérias que fazem mal são destruídas, mas os lactobacilos e algumas vitaminas também podem ser perdidos.

Fórmulas: as mães encontram composições para todas as idades, desde bebês que não conseguem receber o leite materno até crianças que têm alergias ou restrições ao leite de vaca. Essas fórmulas só devem ser consumidas sob a orientação do pediatra ou nutricionista.

De cabra: assim como o leite de vaca também tem lactose, mas pode ser uma boa opção para quem tem alergia à proteína do leite, pois o organismo digere mais fácil as proteínas da cabra. É rico em cálcio e selênio.

Vegetais: indicados para pessoas que têm intolerância à lactose, ou alergia às proteínas do leite de vaca. São encontrados nas versões de arroz, soja, amêndoas, castanhas e leite de coco.


Preparo

O leite está em todas! Ele vai nas receitas de bolo, pães, molhos, suflês… Quer uma dica para a criançada no café da manhã ou lanche da tarde? Uma vitamina com banana, abacate e canela.

Atenção

Crianças que têm intolerância à lactose podem consumir os leites vegetais, como os de amêndoa, arroz, coco, castanha e soja. Já para quem tem restrição à proteína do leite de vaca, a melhor opção pode ser o de cabra.

 

Revisado por Fernanda Saccoletto.


iconComentários