Going bananas!!! 5 idéias de papinha de frutas!!

Postado por Mamãe

To go bananas, nada mais é que enlouquecer, pirar na batatinha. Muita gente me considera maluca pela forma que eu escolhi alimentar o meu filhote. Desde bebezinho, eu sempre procurei variar o máximo possível as suas refeições, por acreditar que o paladar pode ser treinado, não só para aceitar os mais diversos alimentos, mas para gostar deles também. Acredito que muitas crianças acabam ficando com o paladar limitado por sempre comerem as mesmas coisas, apresentadas da mesma maneira. Para a maluca aqui, isso é sinônimo de monotonia. Algo que realmente não combina comigo. Pelo menos não hoje em dia.

Como ex-comedora seletiva, eu bem me lembro do sufoco da minha mãe durante as refeições. Muitas vezes, ela até perdia a paciência. Mesmo sabendo que a minha ambição era grande com o Santiago, eu tinha que tentar. Embora eu não seja uma expert em nutrição, fui bem orientada pela minha nutricionista, a Claudia Novais. A maioria dos pais leva as orientações da introdução alimentar até o bebê completar um ano ou mais. Gente, introdução é introdução, significa o início ou o começo e não até a criança estar apta a comer o que nós comemos. É sim super importante, introduzir um alimento de cada vez, mas depois é tão importante quanto apresentá-lo de outras formas e combinado com outros alimentos. Assim o bebê receberá mais estímulos de sabores, de cores e texturas. Sem contar que o bebê vai estar ingerindo uma quantidade e uma variedade maior de nutrientes por refeição.

Além de variar o preparo dos alimentos, eu desde o início quis que o momento das refeições fosse divertido. Sempre atrapalhada com os cuidados da casa, do maridão, do bebê e do cachorro, eu aproveito a hora de papá para brincarmos e conversarmos à mesa. Sim, essa regra eu também quebro. Não é a toa que me chamam de maluca. Mas tendo foco, eu nunca vi problema em transformar a hora de papá em uma brincadeira. Seja enfeitando o prato, seja dando papá para os brinquedos do Santiago, seja cantando. Uma festa, sempre. Talvez, seja por isso, que o Santiago, raramente, se recusa ir para a mesa.

Para mostrar para vocês que não é tão difícil assim, eu aproveitei um ingrediente que nunca falta aqui em casa para fazer uma verdadeira festa da papinha de banana, hoje, no café da manhã. Muitas receitas de papinhas de frutas podem continuar a fazer parte do cardápio da família, seja como café da manhã, lanche ou uma sobremesa.

Explorar mais o preparo das papinhas é a nossa dica de hoje. E podem aguardar mais receitas e idéias!

  • 1. Papinha de banana

  • 2. Papinha de banana com mamão

  • 3. Papinha de banana com framboesa

  • 4. Papinha de banana com laranja

  • 5. Papinha de banana com aveia

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER