Mamão com açúcar? Nem pensar

Postado por Mamãe

Para quem imagina que mudar de país seja mamão com açúcar, já aviso que não é. Aliás, até o próprio mamão representa uma dificuldade, uma vez que encontrar esta delícia tropical por aqui não seja tarefa fácil, atrapalhando ainda mais a nossa adaptação.

Embora acostumados ao mamão papaia, a solução foi substituí-lo pelo do tipo formosa. Mesmo tendo menos fibras e menos licopeno que o concorrente, o formosa me ganhou por trazer uma lembrança muito gostosa de casa, os cafés da manhã com o meu pai. Seja em casa ou na fazenda, não me lembro de ver uma mesa de café da manhã posta sem que o mamão formosa estivesse presente, já picadinho, pronto para nos ajudar a começarmos bem o dia.

Originário da Ámerica Central, o mamão é rico em vitaminas, tais como A, C e do complexo B, além de ferro, cálcio, fósforo e potássio. Os benefícios são muitos:

– auxilia na digestão
– regula o intestino
– possui ação antioxidante
– fortalece o sistema imunológico
– diminui o risco de doenças cardiovasculares
– diminui o risco de câncer
– ajuda a reduzir o colesterol
E para me deixar ainda mais contente, esta pesquisa me trouxe uma agradável surpresa, o mamão faz bem para a pele. Quando associado a uma alimentação saudável e a ingestão de líquidos, o mamão ajuda a deixar a pele mais lisa, melhorando até mesmo a acne. Além do mamão papaia poder ser usado como creme natural antienvelhecimento. Se eu encontrar por aqui vou substituir o meu creminho anti-rugas por papaia. Com o dólar nas alturas, o mamão vai fazer bem para o bolso também.

Aqui em casa, costumamos consumir o mamão in natura com mel ( não é recomendado a ingestão de mel para bebês menores de um ano), batido com iogurte, em sucos e até mesmo em saladas.

IMG_6563
Mamão com mel e suco de mamão com melancia

 

*O Pequeno Gourmet recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no Portal

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER