Alimentação errada prejudica QI de crianças

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

O Pequeno Gourmet já suspeitava que isso fosse verdade! Lendo sobre a relação entre comida e aprendizado, nos deparamos com um estudo interessante. A pesquisa, realizada pela Universidade de Bristol, na Inglaterra, sugere que a diferença no QI dos pequenos que se alimentam de maneira inadequada pode chegar a cinco pontos em relação às crianças que receberam uma alimentação mais saudável com frutas, legumes e comida caseira, concluindo que a alimentação é crucial nos primeiros três anos de vida, quando o cérebro cresce em ritmo mais rápido. A pesquisa publicada no site inglês Daily Mail sugere que crianças que estão acostumadas a comer muitos salgadinhos, batatas fritas, biscoitos e pizzas podem desenvolver um QI mais baixo para o resto da vida, já que os especialistas envolvidos alertam que, mesmo que a dieta seja corrigida posteriormente, o dano já estará feito: não é mais possível alterar o resultado, pois o período definitivo está mesmo na primeira infância. O projeto também considerou fatores como classe social, aleitamento materno, escolaridade e idade materna, além de permitir a influência do ambiente doméstico, como o acesso da criança a brinquedos e livros. Assim como o Pequeno Gourmet, tenha certeza de que investir na alimentação saudável é investir no futuro do filhote!

Você também vai gostar de:

OMS classifica alimentos como cancerígenos. Saiba quais são.

Sopa de batata recheada

ONU prega “mudança radical de vida” contra câncer: só 1/10 tem origem genética

iconComentários

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER