Alimentação saudável também é assunto na sala de aula

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

O Pequeno Gourmet ficou muito feliz em ler a reportagem do jornal A Tribuna, sobre os alunos da escola EM Estina Campi Baptista, na Praia Grande, litoral de São Paulo, que resolveram levar a lição da alimentação saudável para casa.

A professora Viviane Pereira da Silva Fernandes pediu aos alunos recortes de notícias de jornais para uma roda de conversa e atualização na sala de aula. E os alunos se surpreenderam ao encontrar uma matéria na A Tribuna sobre a tolerância de uma porcentagem de partes de ratos e insetos nos alimentos industrializados.

A turma se impressionou com a reportagem que falava de seis produtos à base de tomate que, segundo a Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA), deveriam ser retirados do mercado, porque continham mais pelos de roedores do que o permitido. Permitido? Sim, o que surpreendeu mais os alunos foi que há, sim, um limite de fragmentos de insetos e de roedores nos alimentos industrializados que é tolerável pela ANVISA. Só para ter uma ideia, em chocolates ou produtos achocolatados, são aceitáveis até 10 fragmentos de insetos e 1 fragmento de pelo de rato, a cada 100g.

Lição de casa: alimentação saudável

A notícia chamou tanto a atenção dos alunos, que a professora Viviane resolveu colocar o tema da alimentação saudável em pauta. Afinal, como a turma estava se alimentando? A resposta dos pequenos foi uma grata surpresa. Muitos reconheceram que os pais até ofereciam alimentos saudáveis, mas eles negavam e preferiam os industrializados. Até que, após ler a reportagem, a opinião deles começou a mudar.

A professora, então, propôs duas atividades, a primeira foi fazer os alunos estudarem sobre os benefícios de uma refeição saudável e colar cartazes pela escola informando sobre isso. E a segunda foi uma lição de casa. As crianças tinham a missão de contar para os pais sobre a notícia que leram e também pedirem receitas de alimentos que, eles costumavam comprar nos mercados, mas  que poderiam facilmente fazer em casa para fugir dos industrializados. O resultado foi muito positivo e a professora Viviane recebeu várias receitas em sua mesa no dia seguinte.

Muito legal essa notícia, não é mesmo? Nós do Pequeno Gourmet amamos! Principalmente, porque ela mostra que é com pequenas atitudes e com informação que as crianças podem hoje construir uma vida mais saudável, e passar esse bom exemplo para toda família!

iconComentários

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER