Ansiedade infantil e a alergia alimentar

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

Ansiedade no momento das refeições não combina! Se a alergia alimentar está presente no cardápio do dia a dia então? Só complica! Tanto para quem vai preparar o pratinho como para as crianças que vão comer. A calma deve ser parceira nesses momentos, dentro e fora de casa. Mesmo o Santiago não sendo alérgico, a mamãe do Pequeno Gourmet, acredita que na hora de papar não devemos ter pressa , é preciso deixar as crianças à vontade e tornar este momento prazeroso.

Uma pesquisa recente publicada no Journal of Pediatrics descobriu que tem mais fatores que levam as crianças e os seus cuidadores a apresentarem sintomas de ansiedade quando existe diagnóstico de alergia alimentar.

A manutenção da dieta de uma criança com alergia alimentar não é das mais baratas, o que inclui o preparo de refeições, o gasto com os médicos e remédios. E isso pode, infelizmente, acabar aumentando os níveis de ansiedade em seus cuidadores, que têm menos recursos financeiros. Já em relação as crianças, os resultados sugerem que a ansiedade aumenta, principalmente, pelo medo de rejeição social e pela maneira como os cuidadores lidam com a situação.

Acreditamos que para amenizar estes sintomas, carinho, paciência e ajuda especializada sejam o caminho.

Veja mais:

Como ajudar as crianças com autismo a se alimentarem bem

Por que meu filho não quer comer?

Comer em família faz mesmo toda a diferença

iconComentários

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER