Cerca de 420 mil pessoas morrem todo ano por ingerir alimentos não saudáveis

Postado por Mamãe

Segundo a reportagem da revista Globo Rural, cerca de 420 mil pessoas morrem todo ano por doenças transmitidas por alimentos insalubres, sendo que um terço   são crianças menores de cinco anos.

Os dados foram colhidos de um estudo conduzido pela OMS (Organização Mundial de Saúde), que tinha como objetivo determinar os efeitos da ingestão de alimentos estragados nas taxas de mortalidade da população. Participaram deste trabalho mais se 150 cientistas ao redor do mundo, pelo período de 8 anos.

Há inúmeros propulsores em casos de intoxicação alimentar, entre eles, vírus, bactérias, parasitas, toxinas e químicos, entre outros.

“Estamos lutando contra um inimigo invisível”, advertiu na apresentação do dossiê o diretor de Saúde Alimentar da OMS, Kazuaki Miyagishima.

As crianças pequenas são muito sensíveis a doenças que causam diarréia, muitas vezes relacionadas a ingestão de alimentos em condições prejudiciais a saúde.

De acordo com o artigo, as crianças que sobrevivem às formas mais graves de intoxicação alimentar podem sofrer atraso em seu desenvolvimento físico e mental. Estas doenças graves afetam especialmente não somente as crianças, mas também mulheres grávidas, idosos e pessoas com sistemas imunológicos frágeis.

Em países em desenvolvimento, como o nosso, o risco é ainda maior, já que há maiores chance de se preparar alimentos com água contaminada, falta de higiene e condições impróprias de armazenamento.

Para minimizar os riscos, vale caprichar na higiene dos alimentos em casa, comprar de fornecedores confiáveis e nem pensar em ingerir alimentos mofados, nem mesmo se cortar o pedaço com o mofo aparente.

 

iconComentários

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER