Ministério da saúde lança três metas contra obesidade

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

Uma em cada três crianças brasileiras está com excesso de peso. Esse dado que preocupa tanto a gente aqui no Pequeno Gourmet foi apresentado pelo Ministério da Saúde durante o Encontro Regional para o Enfrentamento da Obesidade Infantil, que aconteceu no final de março em Brasília.

O evento faz parte da Década de Ação das Nações Unidas para a Nutrição no Mundo, que promete até 2025 incentivar os bons hábitos alimentares entre as crianças e os adultos, com dietas mais saudáveis e sustentáveis.

Para participar do programa o Brasil assumiu o compromisso com três metas:

1° Controlar a obesidade entre os adultos: a gente sempre fala por aqui do excesso de peso entre os pequenos, mas a obesidade entre os maiores também é bem preocupante, principalmente porque os papais costumam dar o exemplo de alimentação para as crianças.  No final do ano passado, uma pesquisa feita pela revista científica The Lancet mostrou que um quinto da população adulta brasileira é obesa, o que significa 30 milhões de pessoas. O objetivo do Ministério da Saúde é deter esse crescimento até 2019.

2° Reduzir em 30% o consumo de refrigerantes e sucos artificiais: quando a gente vê um bebê com refrigerante na mamadeira, logo dá um nó na garganta! Porque sabemos o quanto faz mal para os pequenos consumirem refrigerantes e sucos artificiais. Dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde, do Ministério da Saúde, mostram que mais de 40% das crianças menores de 5 anos consomem refrigerantes com frequência. E esse hábito na maioria das vezes vêm dos pais. Por isso, o Ministério da Saúde tem como meta reduzir em 30% o consumo dessas bebidas entre os adultos e, consequentemente, também entre as crianças, até 2019.

3° Ampliar o consumo em 17% de frutas, legumes e hortaliças: a medida também é descrita para adultos, mas a gente sabe que vale para as crianças. Deixar de lados os alimentos industrializados e ultraprocessados e valorizar a comida feita em casa e com ingredientes naturais, não só deixa a população longe da obesidade, como também evita muitas doenças. A Pesquisa Nacional da Saúde apontou que mais de 60% dos bebês e crianças consomem bolachas e alimentos ultraprocessados com regularidade. Melhor trocar esse cardápio por opções mais saudáveis de lanchinho para toda a família, não é mesmo?

 

iconComentários

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER