Relactação, para quem não consegue amamentar naturalmente

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

Dar de mamar é um momento mágico. Só você e o seu bebê. Os olhares, o carinho, a ternura… É um vínculo para a vida toda. Sem contar que o leite materno é o melhor alimento do mundo. Mas, e se por algum motivo você não consegue amamentar? O Pequeno Gourmet entrevistou a enfermeira sênior, especialista em amamentação do Hospital Israelita Albert Einstein, Natália Turano, e a psicóloga, doula e consultora em amamentação Sindriani Fonseca. Elas contam, no terceiro episódio da série “Amamentação”, tudo sobre relactação, uma técnica que usa uma sonda para ajudar a criança a mamar no peito.

Quem precisa

Bebês prematuros: se o pequeno nasce antes da hora esperada, pode não ter força suficiente para sugar o leite da mãe. E quanto menos ele mamar, menos a mamãe produzirá leite, criando um ciclo vicioso que faz a criança não ganhar peso e a mãe ficar cada vez mais sem leite e preocupada.

Baixa produção de leite: fatores emocionais da mãe ou a falta de sucção do bebê na mama podem diminuir a quantidade de leite materno. Determinar horários para dar de mamar também pode atrapalhar, o melhor é optar pela  livre demanda.

Bebês adotados: a relactação, ou lactação adotiva, também pode ser feita por mães que adotaram e querem amamentar. Nesses casos, é superimportante consultar um ginecologista/obstetra, para que ele indique os medicamentos que podem estimular a produção do leite materno.

Kit de relactação

Você precisa primeiro do leite humano – que pode ser da mãe ou doado por um banco de leite, ou ainda do artificial (fórmula). Depois, compre um kit pronto ou os acessórios separados em lojas de aleitamento materno ou de materiais hospitalares. Mas só um pediatra poderá indicar o tamanho certo da sonda nasogástrica e os melhores apetrechos para realizar o processo. Importante: não se esqueça de descartar sempre a sonda após o uso.

  1.   Kit de relactação: um copinho universal com tampa, disco de vedação e tubos extensores descartáveis (sondas com vários tamanhos).
  2.   Acessórios que você pode comprar separadamente: sonda nasogástrica pediátrica com tamanhos variados, esparadrapo micropore, mamadeira, seringa ou copinho.

Como fazer a relactação

  1.  Primeiro, prepare o leite a ser colocado na mamadeira. O de fórmula deverá ser feito conforme as instruções do pediatra. Se for de banco de leite, siga as orientações do hospital.
  2.  Corte as duas pontas da sonda e coloque uma ponta dentro e a outra passando pelo bico da mamadeira até chegar ao lado de fora.
  3.  Procure uma posição confortável, use um sutiã de amamentação e encaixe a mamadeira entre os seus seios, apoiando no próprio sutiã. Com um esparadrapo micropore, cole a outra ponta da sonda no bico do seu seio.
  4.  Coloque a criança no seu peito e veja se ela está fazendo a “pega” correta. Quando o bebê sugar o seu seio, receberá o leite com a ajuda da sonda. Esse estímulo de sucção que ele fará na mama também pode ajudar a produção ou aumento do leite materno.

Bico da mamadeira X bico do seio

Quando você não puder dar o peito, ofereça o leite no copinho ou em uma seringa. Isso ajuda a evitar que, no processo de relactação, o bebê prefira o bico da mamadeira ao seio materno.

*O Pequeno Gourmet recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no Portal

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER