Servir kefir para os pequenos faz bem!

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

Já ouviu falar no Kefir? Alguns acham que esse alimento é um iogurte, outros pensam que é coalhada. Nem um, nem outro. O Kefir tem o formato de grão e é formado por micro-organismos que resultam da fermentação do leite, produzido artesanalmente. Toda a fama desses grãozinhos está ligada ao seu alto valor nutricional, principalmente para as crianças. Para entender se o Kefir faz mesmo tão bem e qual é a melhor forma de servi-lo ao filhote, o Pequeno Gourmet conversou com a nutricionista especialista em família, Dra. Danielle Fava.

kefir X iogurte

A primeira diferença do kefir em relação ao iogurte está na aparência. Os grãos do kefir têm um aspecto como os de uma couve-flor, e uma consistência gelatinosa. Ele também tem uma maior presença de micro-organismos e sua fermentação produz maior acidez, o que faz com que tenha o sabor bem mais azedo do que o iogurte.  Com o kefir é possível ainda fermentar diversos alimentos como leite de vaca, cabra, ovelha, búfala, suco de frutas e o extrato de soja, entre outros. O valor nutricional do Kefir depende da sua forma de preparo, se o leite integral for usado na receita, a nutrição pode ser a mesma do iogurte integral.

Benefícios para saúde

As bactérias que fazem bem para o organismo também estão em maior quantidade no kefir do que no iogurte. Ele ainda é rico em vitaminas do complexo B, cálcio, fósforo e magnésio, fortalece o sistema imunológico e costuma ser mais consumido por crianças com intolerância à lactose. Embora em alguns casos as crianças com intolerância ao leite possam também não aceitar bem o Kefir, alerta a Dra. Danielle.

Como servir o Kefir para o filhote

Assim como acontece com os iogurtes naturais, o Kefir também pode ser liberado a partir dos 8 meses para os pequenos, tempo que pode variar de acordo com a evolução da alimentação complementar. Mas é bom que os papais estejam preparados: pode ser que o filhote não aceite da primeira vez o gostinho azedo do kefir! Por isso, recorrer a diferentes receitas é uma boa opção. Para a Dra. Danielle, a maneira mais fácil de servir os grãos de kefir é no leite e depois misturar com frutas, puro, em vitaminas ou mesmo no preparo de receitas como bolos, tortas e molhos para salada. Vale lembrar que é sempre recomendável que os papais consultem a nutricionista e o pediatra antes de introduzir um alimento novo no cardápio da criança.

Feito em casa

O kefir não está disponível nas prateleiras dos supermercados, portanto, seu acesso não é tão fácil. E para preparar a mistura em casa, os papais precisam localizar um doador que faça o plantio dos grãos e possa disponibilizá-los. Com os grãozinhos de kefir em mãos: misture 3 colheres (sopa) em um frasco de vidro e adicione o leite. Cubra com um pano a mistura e deixe por 24 horas em temperatura ambiente para que a fermentação aconteça. Após esse período, mexa com cuidado para não despedaçar os grãozinhos, coe e deixe o líquido repousar para engrossar. Coloque na geladeira e o kefir estará pronto para misturar com frutas ou em outras receitas. Lembrando que você pode guardar os grãos de kefir no leite, depois de coar, para fazer outro preparo.

*O Pequeno Gourmet recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no Portal

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER