Tá na hora do papá?

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

Uma das coisas mais incríveis da vida é observarmos o desenvolvimento dos nossos filhos. Aquele bebê indefeso, em poucos meses, senta, engatinha, demonstra suas vontades e preferências, pronuncia suas primeiras palavras, ensaia uns passinhos… Isto em apenas um ano! Se para os pais isso já é um misto de encantamento e ansiedade, imagina para esses recém-chegados!

Saltos de desenvolvimento

A aquisição das habilidades na primeira infância é como um estouro de pipoca, acontece aos pulos, ou, como é chamado, em “saltos de desenvolvimento”. Os sistemas nervoso e sensorial amadurecem e se ajustam para conseguir lidar com as novas habilidades que a criança rapidamente adquire em curtos períodos de tempo. Isso é algo incrível e excitante para ela, mas também um pouco assustador.

Durante esse processo de mudança, os pequenos podem apresentar algumas alterações de humor, apetite, sono… Muitas vezes, eles pedem mais a presença e o chamego da mãe, como forma de se sentirem seguros em uma realidade que está se alterando. Traçando um paralelo, é como se, a cada mês, o mundo à sua volta mudasse e você adquirisse novos superpoderes. Imagina a capacidade de adaptação que você teria que ter! A Dra. Andréia C. K. Mortensen, escreveu um artigo muito bacana sobre o assunto, mostrando o que esperar de cada fase nos primeiros anos.

Os saltos de desenvolvimento dos quatro meses e meio e seis meses trazem as habilidades necessárias para o início da introdução alimentar. Em um período que gira em torno da 19a a 26a semana de vida do bebê, há uma grande maturação dos seus sistemas vitais. Ele começa a sentir melhor sabores e cheiros, sustenta a cabeça, senta-se sem apoio, demonstra interesse quando os pais estão comendo. Seus sistemas digestórios, renais e imunológicos também estão totalmente formados para a nova tarefa. É um pequeno passo para o filhote, mas um salto gigantesco para a maternidade!

Começando a comer

A introdução alimentar traz muitas novidades para os pais. Além de lidar com suas expectativas e próprias questões alimentares, eles têm que reorganizar a sua rotina para planejar e incluir o papá dos pequenos. Frutas são normalmente as primeiras indicações do pediatra. Alguns pais as oferecem amassadinhas, outros utilizam a metodologia BLW e há também quem siga uma abordagem mista. O importante é que o bebê experimente e utilize suas novas habilidades para curtir esse momento.

E para deixar essa fase mais interessante, depois de oferecer cada fruta separadamente, porque não oferecer algumas misturinhas para o filhote explorar? Nossa sugestão é uma papinha de banana com mamão docinha e cheia de nutrientes. Aproveite para observá-lo utilizando suas novas habilidades, liberte-se das suas expectativas e curta esse momento juntinho com o seu melhor e mais gostoso projeto!

*O Pequeno Gourmet recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no Portal

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

http://pequenogourmet.com.br/receitas/papinha-de-banana-com-mamao/