A segunda cor predileta

Postado por Mamãe

Para uma mamãe fã de saladas e blogueira que prega a alimentação saudável para bebês e crianças, o verde ser a cor favorita do filho seria um prato cheio, não é mesmo?!! Mas como aqui em casa procuramos não separar as cores por gênero, azul e verde para meninos e rosa para meninas, a escolha do filhote foi o preto.

Feijoada
Feijoada da vovó

Tirando o post do O arroz proibido e a feijoada da vovó, eu imagino que esta cor não me renderia muitos posts, afinal não há muitos alimentos pretos. Uma pena, pois o Santiago iria adorar.

Sabendo que os alimentos verdes são importantíssimos para a manutenção da nossa saúde e para o desenvolvimento dos pequenos, sob a orientação da minha nutricionista, sempre fiz questão de incluí-los no cardápio da família. Com a impressão de que muitas crianças rejeitam os “verdinhos” por não estarem acostumadas com esta cor no prato, desde o tempo das papinhas eu fazia questão de colocar um folhinha na receita, fosse uma erva fresca, um tempero ou uma verdura.

Ter os pais como exemplo é fundamental para a construção de bons hábitos alimentares!!!

Bolo de carne com purê de mandioquinha e salada de alface americana com manga
Bolo de carne com purê de mandioquinha e salada de alface americana com manga

Depois que comecei o trabalho com o Pequeno Gourmet, muitos pais me perguntam se o Santiago come saladas. A grande maioria quer uma dica para tentar replicar em casa, mais sempre tem aqueles que duvidam, afinal é muito difícil uma criança gostar de folhas. O que eu sempre digo é o seguinte, para o nosso filhote é natural. Ele já conhece o sabor desde pequenininho.

Quando os dentinhos detrás estavam nascendo, uma grande amiga que é fonaudióloga e tem uma filhinha da mesma idade, me sugeriu dar o talinho da alface americana geladinho para ele morder, um mordedor natural. É claro que sob supervisão, já que existe o risco de engasgo. Foi uma dica valiosa, pois ele foi se acostumando com o sabor da verdura. Muitas vezes, eu fazia questão de preparar papinhas ou pratos totalmente verdes, para que esta cor se fizesse presente a mesa, marcante. É claro que eu não perdia a oportunidade para fazer alguma gracinha, como por exemplo, é a papinha do Hulk (Papai tinha um de brinquedo até o Santiago quebrar). Como o meu filhote é fã de todo tipo de animais, também ficava fácil dizer que era o papá predileto de alguns bichinhos. Até que ele entrou na fase dino. Acredito que a maioria das crianças passam por essa fase, que muitas vezes perdura até a maioridade.

Esta nova predileção do Santiago transformou a nossa mesa em um verdadeiro Jurassic Park. E como o assunto de hoje são as saladas, vou contar para vocês, aliás vou mostrar uma brincadeirinha criada pela família Verdeja para ensinar o filhote quais dinossauros comem carninha e quais comem plantinha.

*O Pequeno Gourmet recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no Portal

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER