Indústria alimentícia aposta em comida saudável até 2020

Postado por Equipe Pequeno Gourmet

O Pequeno Gourmet fica sempre feliz em saber que, cada vez mais, as grandes empresas da indústria alimentícia estão se movimentando para melhorar seus produtos. Uma delas é a Unilever. Dona de diversas marcas, a empresa anunciou recentemente que vai elevar os padrões de nutrição de 6 em cada 10 produtos que saírem de suas fábricas até 2020.

Que bom! Pois o consumidor está mesmo mudando. As pessoas hoje buscam muito mais produtos que contenham menos ingredientes nocivos à saúde. Vemos isso aqui no Pequeno Gourmet, com os comentários das mães que se preocupam com a alimentação saudável dos seus filhos. E escutamos também as pessoas no supermercado comentando sobre essa procura pelo alimento mais natural. Claro que gostamos de descascar mais e desembalar menos. Mas, saber que as indústrias de alimentação estão trilhando esse caminho, já é um bom começo.

Preocupação também nas escolas

Deixar clara a importância de alimentos com mais nutrientes e sem tantos prejuízos à saúde, não é só preocupação das grandes empresas. Nas cantinas escolares, esse também é um assunto recorrente. Tanto que a “Lei das Cantinas” já funciona em alguns estados do país.

No Distrito Federal, por exemplo, é proibido que as cantinas de escolas públicas e privadas comercializem balas, bombons, salgadinhos, confeitos em geral, biscoitos, frituras e bebidas como os refrigerantes. Enquanto a venda de frutas, vegetais, sucos naturais, lanches integrais e bebidas lácteas é incentivada.

Nós, do Pequeno Gourmet, estamos satisfeitos em saber que cada vez mais o incentivo a produtos naturais e menos industrializados está sendo uma exigência do consumidor e uma necessidade das empresas. Afinal, quem sempre ganha com tudo isso é a nossa saúde!

iconComentários

Imagine receber toda semana uma coletânea dos posts mais legais do Pequeno Gourmet.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER